Me sinto desaparecer um pouco mais a cada batida lenta deste relógio, cujo tempo corre contra mim. Me sinto mais perto da morte a cada decisão errada que tomo. Me sinto mais presa a cada nó, ou nova peça encontrada deste grande quebra-cabeça que sou eu. Eu tinha tudo para dar certo, para conseguir o que sempre quis, mas parece que uma troca de caminho, uma decisão em que a alternativa foi errônea, podem estragar tudo. Eu choro, mas nunca sei o significado por trás de minhas lágrimas. Poucas pessoas passam pela minha cabeça, algumas ficam ali, por alguns instantes. Várias memórias, várias palavras não ditas, promessas quebradas, lágrimas derramadas sobre um travesseiro, que já ouviu demais, já sentiu demais minha dor. Tem esse espelho, que se mantém ao lado de minha cama, e já viu demais. Já viu toda aquela maquiagem borrada, todo aquele desespero contido em apenas um par de olhos, toda aquela confusão em minhas olheiras, e toda minha dor em um chacoalhar dessas mãos. O sorriso, ah o sorriso, tão fácil de ser mantido, tão comum, tão falso, mas mesmo assim tão bem fingido que não há como perceber a dor. Se tem algo que aprendi, foi a mentir. Minto, minto que estou bem, que nada aconteceu, que só estou cansada, que não o amo mais, que o esqueci, que durante a noite não é seu nome que eu insisto a chamar quando acordo de um pesadelo. Minto que não faço para chamar a atenção de alguém, ou ninguém. Ultimamente tanto faz. Ultimamente não tem nada, estou oca. Mas não tão vazia assim. É que insisto em pegar, roubar, esses pedaços de pessoas que entram e saem de minha vida, somente para me torturar com suas lembranças, somente para poder dizer quando voltarem, que nunca os esqueci. O problema é que eles nunca voltam e eu me canso de esperar. A verdade é que venho mentindo para mim mesma, para permanecer o mais sã possível. A verdade é que nenhum vício consegue tirar minha mente destes velhos problemas, deste passado que insiste em me assombrar. Alguns fantasmas nunca vão embora não é mesmo? Acho que não. A verdade é que não sei amar, pois dei todo meu amor à quem não merecia. Mais machuco quem eu verdadeiramente ainda amo, do que faço bem. Mais dou preocupações, do que algum motivo para sorrir. Não sirvo para nada nestas últimas batidas deste relógio, sou e me sinto inútil. Acho que simplesmente deixei de viver, e então passei a sobreviver a esses dias longos e torturantes.
•1
•2
•3
•4
•5
Cute, romantic, SARCASTIC
para disfarçar os espantos.
Esconda as cicatrizes
Next »

Theme by raccoltadipensieri, inspired in keepcal-m. Please do not copy.

(Fonte: caveiradorock)







HEY VOCÊ QUE SE CORTA, PARA E ME ABRAÇA. 




— E o que você vai fazer?
— Vou ficar trancado no meu quarto, quieto, fingindo que não existo.
Harry Potter.     (via se-eu-pudesse)

(Fonte: trecho-de-livros)



1 anno fa · 59.796 note · Reblog
originally trecho-de-livros · via tainarakrampe


(Fonte: uma-contra-lei)



1 anno fa · 1.108 note · Reblog
originally uma-contra-lei · via heartlessguy


Me diz o que você quer, que eu vou fazer. Você quer um apartamento maior? Eu mudo de emprego e compro pra você. Quer ter filhos? Vamos tentar ter. Só me diz o que você quer, o que realmente procura. Eu não posso ficar sempre adivinhando, então me diz o que quer. Porque o que eu quero, está parado na minha frente. Em minhas mãos.
P.S Eu te amo.   (via romantizar)

(Fonte: 01561)



1 anno fa · 43.783 note · Reblog
originally 01561 · via auroriar


Muitos anos depois precisei me esconder. Procurava não dormir porque tinha medo de quem estaria lá quando eu acordasse. Mas tive sorte. Era sempre meu amigo.
A Menina que Roubava Livros.  (via romantizar)

(Fonte: walandro)



1 anno fa · 9.272 note · Reblog
originally walandro · via auroriar


Imagine uma nova história para sua vida, e acredite nela.
Paulo Coelho.  (via romantizar)

(Fonte: dramaturgos)



1 anno fa · 14.636 note · Reblog
originally dramaturgos · via auroriar





Te amo. Só isso. Tudo isso. E é essa minha resposta quando você me pergunta por que eu ainda estou aqui. É simples, sem enrolação, sem respostas complexas e filosóficas: só te amo. E te amar já basta. E te amar me revigora e me dá forças pra aguentar o resto.
Iolanda Valentim. (via romantizar)

(Fonte: ivalentim)



1 anno fa · 107.756 note · Reblog
originally ivalentim · via auroriar


Só enquanto eu respirar, vou me lembrar de você. Só enquanto eu respirar…
O Teatro Mágico.  (via romantizar)

(Fonte: afortunad-a)



1 anno fa · 14.394 note · Reblog
originally afortunad-a · via auroriar




1 anno fa · 3.188 note · Reblog
originally crucio-you · via promisse-deactivated20130501




2 anni fa · 13.582 note · Reblog
originally sabedorias · via sabedorias





(Fonte: iamiweasley)



2 anni fa · 3.610 note · Reblog
originally iamiweasley · via infiniteloveforyou2